SintaxiBarra mobiliza órgãos para combater clandestinos

SintaxiBarra mobiliza órgãos para combater clandestinos

Desde o começo do ano, o Sindicato tem feito diversas ações para o bem estar da categoria no município da Barra dos Coqueiros

Mobilizado para trazer cada vez mais melhorias para os trabalhadores locais, o Sindicato dos Taxistas da Barra dos Coqueiros (Sintaxibarra) tem dialogado com diversos órgãos de fiscalização pelo bom funcionamento do serviço no município barra-coqueirense. 

 

Elmar Fernandes, presidente do Sintaxibarra, explica que conseguiu trazer o Ministério Público do Estado de Sergipe (MPSE), a

Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran), Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária de Sergipe (DER), a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT/BC) entre outros órgãos, para dialogar com a categoria. 

 

“Todo órgão possível estava lá, pois pedimos fiscalização para a Barra dos Coqueiros no intuito de combater os clandestinos e quem tenta trabalhar de forma irregular. Nosso foco é poder trazer uma blitz conjunta com a SMTT local  e com o CPTran e ficou acordado que a teremos uma vez na semana para coibir as ações clandestinas aqui no  município”, explica.  

 

Além disso, Elmar Fernandes explica que tem conversando com os gestores locais, além dos vereadores, para apresentar as demandas dos trabalhadores e isso tem trazido bons resultados para a prestação do serviço.

 

“Hoje já temos algumas mudanças, como a reestruturação do sistema de táxi. Estamos na luta para mudar o sistema de fretamento e estamos pedindo para aumentar o sistema de lotação e diminuir o sistema bandeira. São situações em que percebemos o que pode melhorar o nosso trabalho e estamos na luta por isso”, comenta.

 

Devido o bom diálogo com o Poder Legislativo, o Sintaxibarra teve um Projeto de Lei aprovado, em que muda o tempo de táxi rodado de 10 para 15 anos de uso.

 

“ A gente protocolou esse Projeto de Lei e fomos ouvidos. Hoje o taxista aqui na Barra dos Coqueiros pode ter o carro por até 15 anos. Mais uma vitória do Sintaxibarra”, finaliza. 

 

Deixe uma resposta