You are currently viewing Fetralse finaliza ano de diversos  projetos positivos com expectativa alta para 2022

Fetralse finaliza ano de diversos projetos positivos com expectativa alta para 2022

O setor de transporte continuará tendo atuação mais fortalecida, com o intuito de poder contribuir com os sindicatos locais 

 

Ações, projetos, expansão do Despoluir, novos sindicatos – esses são alguns dos acontecimentos que a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros de Alagoas e Sergipe (Fetralse) esteve à frente  e construiu em prol do setor de transporte durante o último ano. 

 

De janeiro até dezembro, a Fetralse se empenhou em fortalecer o combate ao Coronavírus, levando atividades para Maceió e Arapiraca (Alagoas) e Aracaju (Sergipe) com a campanha Transporte Cuidado. 

 

Além disso, a parceria com as unidades do Sest Senat em Sergipe e Alagoas rendeu o Transporte Qualificação, que ofereceu um curso preparatório para os dependentes dos rodoviários. A Fetralse também se uniu aos setores de transporte locais para mobilizar passageiros no período junino, a exemplo do São João com Mobilidade (Aracaju), e ajudou no reconhecimento aos trabalhos das imprensas em Sergipe e Alagoas com o Prêmio Sinturb de Jornalismo e o Prêmio Setransp de Jornalismo.

 

No final do ano, a Federação se juntou ao Natal com Mobilidade e a Campanha Transporte Amor, além de palestras que discutisse o futuro do setor,  como o Café com a Fetralse (direcionado para empresários) e a fundação do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Arapiraca (Sindetranscar).

 

“Nossa ideia é poder expandir a Federação, não só para atuar no setor de Transporte, mas para mostrar que estamos nos movendo e buscando mecanismos para poder fortalecer o setor, que sofreu muito nesses últimos anos, sendo o quadro agravado com a pandemia, mas jamais deixou de ofertar esse serviço essencial, utilizado por todos e que movimenta outros setores. Queremos poder contribuir para levar a Federação para todos os lugares e poder ajudar mais e mais pessoas que querem construir um setor de Transporte mais unido e forte”, explica o presidente da Fetralse, Alberto Almeida.

Deixe um comentário